sexta-feira, 28 de agosto de 2015

eu não gosto de festa surpresa, obrigada

título alternativo: jamais organize o meu casamento sem que eu saiba disso

a gente costuma jantar todo mundo junto aqui em casa. normalmente, essa refeição acontece na hora da novela das nove e, como era de se esperar, a gente come assistindo. mais por costume do que por realmente gostar da novela, eu diria. aliás, eu sequer vejo o capítulo inteiro. se eu ficar na mesa durante vinte minutos, é só o que eu irei assistir. meus pais até veem tudo, mas: papai dorme e mamãe presta mais atenção nos acontecimentos no facebook do que na televisão. (ignoremos agora que A Globo Mente™ e seus derivados, foquemos em ver novela como uma forma de entretenimento banal.)

essa novela tá nos seus capítulos finais, o que significa que as coisas estão acontecendo numa velocidade assustadora. eu não vi no sábado e nem na segunda, então me senti bem perdida na terça feira. gente já tinha morrido, gente já tinha ficado internada no hospital e já tinha se recuperado inclusive, gente tava viajando... entendi foi nada. aí nem dei muita bola pros acontecimentos, eu tava mais focada no meu sanduíche e em dar risada de uma personagem maluca que fica pentelhando a novela toda mesmo. 

até que chegou uma cena e eu fui obrigada a não só prestar atenção, mas também a comentar. o mocinho organizou uma festa de aniversário imensa (acredito eu que tenha sido isso) e convidou aproximadamente 87% das personagens da novela. eis que, em determinado momento da festa, o aniversariante pega um microfone pra anunciar pra todos os convidados que, apesar de realmente ser seu aniversário, o motivo da festa era outro: seu casamento. o curioso é que nem a noiva tava sabendo disso. sendo assim, o cara aproveitou aquele avisinho bem singelo pra, no caso, pedir a moça em casamento. primeiro organiza a festa do casório, depois descobre se a moça quer casar. ela ficou meio Q? e disse "rsrs mas gato tenho nem vestido branco que isso rsrs" e ele "pensei em tudo meu amô oh o vestido ali a costureira ali também vai ficar ótimo, vamo nessa". ela hesitou um tantinho, mas acabou aceitando. sendo aquele o núcleo pastelão da novela, rolou umas bagunça lá no meio antes de dar tudo certo e blablabla. aí eu lembrei que, tempos atrás, o fantástico passou uma matéria disso também. dois casamentos organizados dessa mesma forma, um dos noivos fez a festa toda sem que o outro soubesse. e aí foi aquela comoção, um baita chororô, essas coisas.


os respectivos noivos desavisados adoraram a ideia. eu, se fosse comigo, teria odiado (ok, namorado?). como é que um dos dias mais importantes e marcantes da minha vida vai ser feito assim, nas minhas costas, sem que eu opine sobre as coisas? como que vão escolher o meu vestido de noiva? e se for um corte que eu não usaria? se tiver algum bordado que eu não goste? e a decoração da festa? vai que a galera coloca alguma flor que não me agrada? e as cores, gente??? "ah mas todo mundo sabe que sua cor preferida é amarelo" mas quem disse que eu queria casar com essa cor estampada em todos os lugares do salão? ALIÁS, quem disse que eu queria casar esse dia? se eu quiser casar com o cara, mas NÃO NAQUELE DIA, como que faz? e a pressão de ter de aceitar só pra não ficar chato??? imagina só, você seria eternamente a vilã da história se recusasse o pedido na frente de todos os seus amigos e familiares... são muitas questões, pqp. 

pois eu ganhei uma festa surpresa no meu aniversário de 15 anos. mamãe fez com a melhor das intenções, eu amei e odiei na mesma medida (mas agradeço do fundo do coração ainda assim). vejam bem, eu sempre disse que queria uma festa de debutante. aquelas frescuras de quinze casais, valsa, troca de vestidos e tudo mais. até que eu fui pra disney quando tinha 13 anos e voltei pra casa decidida: dali dois anos, em vez de gastar uma porrada de dinheiro numa festa igual a de todas as outras mocinhas, eu iria pra disney novamente. muito mais legal! meus pais compraram a ideia, inclusive fomos mesmo e foi incrível. mas mamãe não se contentou e organizou uma festa (ainda que modesta) com tudo o que eu tinha direito. 

como eu não descobri ninguém sabe, já que tive umas duzentas chances de ficar sabendo do plano. acho que era pra ser surpresa mesmo, seria muita mancada da minha parte estragar tudo aquilo antes da hora. assim que eu entrei no salão e todo mundo gritou "surpresa", eu comecei a chorar. a emoção inicial não foi "ai que fofo eu sou muito amada pelas pessoas", foi "eu não acredito que ceis me fizeram de troxa dessa forma". fiquei com vergonha e fiquei brava também, onde é que já se viu todo mundo me enganar durante tanto tempo???? depois superei essa parte, abracei todo mundo e chorei de felicidade mesmo. obrigada, queridos enganadores, por terem feito tudo isso pra mim e por mim.

o ponto é: uma festa surpresa só na vida já tá de bom tamanho pra mim. entendo que há quem fique radiante ao receber esse tipo de presente, mas eu me contento com surpresas menores. do tipo "lembrei que você gosta de girafas e encomendei essas aqui de pelúcia lá da china pra te dar, sem motivo algum, só pra você ficar feliz mesmo" (fatos reais). MUITO MAIS A MINHA CARA, sabe? talvez eu não goste desse tipo de coisa porque preciso ter um certo controle sobre minha vida. talvez eu não goste desse tipo de coisa porque não quero que alguém se meta nas minhas particularidades dessa forma. talvez eu não goste desse tipo de coisa simplesmente porque não acho legal mesmo. talvez seja tudo isso junto.


2 comentários:

  1. Eu já vim pensando em te bater, como assim alguém não gosta de festa surpresa?, mas sério que fizeram isso numa novela? Gente vai que pega e começam a fazer casamento surpresa, que desgraça. Eu odiaria (e olha que nem ligo muito pra casamento e essas coisas) mas usar um vestido que o noivo escolheu, ah da licença, né! Ficaria decepcionadíssima!
    Eu já dei várias indiretas que nunca ganhei festa surpresa e que ia adorar ter uma, mas até hoje nada. Vai ver é porque todo ano eu espero ter uma, o que estraga tudo.
    Mas essa coisa de surpresa é realmente delicada, tem que saber o que tá fazendo. O namorado não liga muito pra aniversário e eu não aceito isso. Esse ano falei "vamo fazer uma festinha pra ele aprender a gostar" e fizemos, combinamos tudo, os amigos marcaram um poker e ele acho que era isso que ia acontecer até a hora que ele chegou e pulou um monte de gente nele cantando parabéns. Foi divertidíssimo e ele curtiu, mas bem que preferia ter jogado poker, ahahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAH não me bate, pfv!! gente, eu fiquei indignada. também fiquei pensando em como seria enfrentar aquela situação na vida real. o cérebro deve travar na hora de dizer sim ou não pro noivo maluco!

      olha, a expectativa é a pior coisa. mas com sua família e amigos sabendo que você gosta, uma hora a festa surpresa chega pra você!! aí pra compensar todos esses anos esperando, vai ser uma mega festa com tudo o que cê tem direito, pra nunca mais esquecer! já pensou que incrível? hahaha (mas eu entendo seu namorado, também não ligo muito pra aniversário. adoro o dos outros, mas o meu eu dispenso! hahah)

      Excluir